Fechar escolas melhora a educação?

Parece incrível que tenhamos que discutir isso, mas a visão economicista na educação é movida a uma fé na economia de recursos como forma de potencializar a qualidade da educação. Segundo esta visão, o que precisamos é “otimizar” gastos.

Ninguém é contra gastar adequadamente, mas o estudo divulgado abaixo mostra o que pode acontecer com estes mantras educacionais de uma nota só. Escolas nunca são demais, se as tomamos como um centro cultural a serviço da comunidade. Ocorre que a visão economicista substitui esta função da escola pelo entendimento de que ela é uma “unidade de negócios”.

Compensa fechar escolas?

Oakland, na Califórnia, está sangrando suas escolas. Cerca de um terço das 76 escolas do distrito pode fechar nos próximos cinco anos, de acordo com um anúncio feito em uma reunião do conselho escolar de novembro. Na verdade, esta não é a primeira vez que o distrito fecha escolas, recentemente.

Espera-se que os fechamentos economizem dinheiro em um distrito com matrícula decrescente e com um déficit de US $30 milhões. O déficit já forçou cortes no financiamento para equipes esportivas e bibliotecários escolares – levando muitas bibliotecas escolares a fechar. Durante anos, as finanças de Oakland ficaram desordenadas, com uma reestruturação feita pelo Estado apenas piorando o problema.

A superintendente de Oakland, Kyla Johnson-Trammell, disse que os fechamentos ajudarão o distrito a oferecer uma educação melhor, concentrando dinheiro em um conjunto menor de escolas. “No final das contas, não se trata de economizar um dólar, mas de reduzir estrategicamente nosso alcance e aumentar a qualidade, porque esse é realmente o desejo de muitos de nossos pais e alunos.” Um pensamento semelhante pode ser encontrado em outros distritos escolares, como Chicago, Washington, DC e Detroit.

Mas o fechamento de escolas realmente economiza dinheiro? Melhora a educação?

Não necessariamente, de acordo com um resumo das pesquisas sobre estas políticas recentemente publicado pelo National Education Policy Center. No estudo “Fechamento de escolas como estratégia para remediar o baixo desempenho”, Gail Sunderman, da Universidade de Maryland, Erin Coghlan e Rick Mintrop, da Universidade da Califórnia, Berkeley, concluem que os fechamentos são “uma estratégia de alto risco/baixo ganho que não conseguem manter nem a promessa de melhoria do desempenho do aluno, nem a de seu bem-estar não cognitivo. ”Sunderman, Coghlan e Mintrop informam que os fechamentos não necessariamente resultam na transferência dos estudantes para escolas com melhor desempenho. Além disso, a própria transferência pode implicar em rebaixamento do desempenho dos alunos enquanto se adaptam aos novos ambientes.

O fechamento de escolas também muitas vezes não oferece as economias de custo prometidas, observam os autores. Isso ocorre porque os fechamentos vêm com custos ocultos, como a desativação de prédios, o transporte de alunos para escolas que estão mais longe de suas casas e a remodelação de escolas para receber as matrículas de alunos adicionais.

Ainda não se sabe como, se e quando o fechamento de escolas terá impacto em Oakland. Mas a pesquisa sugere que os fechamentos não são a bala de prata que podem parecer inicialmente.

Acesse aqui.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Links para pesquisas e marcado , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Fechar escolas melhora a educação?

  1. Pingback: Fechar escolas melhora a educação? | Grupo de Estudos e Pesquisa em Avaliação e Organização do Trabalho Pedagógico

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s