BNCC: Tarlau & Moeller discutem o papel da Lemann

Rebecca Tarlau & Kathryn Moeller publicam no Journal of Education Policy artigo no qual examinam o papel dos atores privados na gestação da Base Nacional Comum Curricular:  ‘Philanthropizing’ consent: how a private foundation pushed through national learning standards in Brazil”.

Embora o estudo leve em conta uma série de atores privados e corporativos atuando na educação brasileira, a análise das autoras “enfoca a influência da poderosa Fundação Lemann”.

Resumo:

“Este artigo explora como a Base Nacional Comum Curricular entrou no debate de políticas no Brasil e se tornou a mais importante iniciativa de reforma do Ministério da Educação entre 2015 e 2017. Argumentamos que esse processo de política acelerado esteve relacionado à prática do consentimento filantrópico: uso de recursos materiais pelas fundações, produção de conhecimento, poder midiático e redes informais e formais para angariar o consentimento de múltiplos atores sociais e institucionais para apoiar uma política pública.

Em outras palavras, essas fundações não impõem políticas aos governos; em vez disso, eles “processam” debates políticos de alto nível sobre questões prementes de equidade educacional e depois influenciam o consenso das autoridades estatais sobre quais políticas adotar.

Argumentamos que essa influência filantrópica não é simplesmente um esquema neoliberal de maximização do lucro; em vez disso, é uma tentativa dos líderes de fundações e corporações de reunir poder e influência em diferentes escalas, e refazer a educação pública à sua própria imagem. Embora esse jogo de política educacional seja, em muitos aspectos, participativo e amplamente aceito, as fundações só podem desempenhar esse papel devido a seu tremendo poder econômico, um produto direto da economia política global desigual e do sub-financiamento sistemático da esfera pública.”

Acesse o site da revista aqui.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Links para pesquisas, Privatização, Responsabilização/accountability e marcado , . Guardar link permanente.

7 respostas para BNCC: Tarlau & Moeller discutem o papel da Lemann

  1. rodriguesifes disse:

    Será q as autoras, ou o senhor, tem acesso aberto a esse texto?

  2. André Félix disse:

    Importantíssima a divulgação dessa produção. A denúncia do avanço do setor privado vem sendo feita por pesquisadores no Brasil, como é o caso do professor Freitas e, recentemente, pesquisadores de política pública no exterior também tem tratado o tema. Peço licença para compartilhar o trabalho da Marina Avelar, que defendeu o doutorado em na Universidade de Londres, sob a orientação do Stephen Hall. Ela estuda o papel do ‘Movimento Pela Base’, encabeçado pelo Instituto Lemman. A tese e artigos dela estão também disponíveis.
    Artigo: “Mapping new philanthropy and the heterarchical state: The Mobilization for the National Learning Standards in Brazil”.
    Artigo: “The business of policy: a review of the corporate sector’s emerging strategies in the promotion of education reform”.

  3. Pingback: Educação em debate, edição 227 – Jornal Pensar a Educação em Pauta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s