CNE regulamenta aprendizagem híbrida

Marisa de Oliveira examina o documento do Conselho Nacional de Educação sobre educação híbrida: “teoria e método que dão corpo à proposta referendam apenas uma educação individualista e voltada para o mercado”. O documento, à época uma proposta, já foi aprovado pelo CNE.

Leia aqui.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Assuntos gerais, MEC sob Bolsonaro, Privatização e marcado , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para CNE regulamenta aprendizagem híbrida

  1. Joana Peixoto disse:

    Manifesto contestando as Diretrizes do CNE é publicado no portal da Anped:
    https://www.anped.org.br/news/manifesto-do-grupo-de-pesquisa-kadjot-contra-diretrizes-gerais-sobre-aprendizagem-hibrida-cne

    Kadjót – Grupo Interinstitucional de estudos e pesquisas sobre as relações entre tecnologias e educação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s