Política do Blog

Este Blog destina-se à divulgação de informação sobre os temas acadêmicos ligados ao campo da avaliação educacional e não tem finalidade comercial.

Não copiamos matérias completas – exceto quando autorizadas ou cuja natureza é pública. Como regra citamos poucos trechos de uma matéria que dá uma indicação ao leitor sobre a importância de ler um determinado assunto e apontamos seu link. Hoje, dependemos muito do que os colegas nos indiquem para ler, pois não conseguimos dar conta sozinhos da enorme quantidade de informações disponibilizadas.

Ocasionalmente, traduzimos trechos de blogs do exterior, nem sempre disponíveis para o leitor que não domine o inglês. Muitos de nossos leitores são professores das escolas públicas não familiarizados com este idioma.

Procuramos seguir a política do Google:

Então o máximo que se deve e pode fazer é citar pequenos trechos, dando destaque e ampliando o debate ou o tema e indicando que se leia a íntegra no site original, mas tudo de forma explícita e clara e com links diretos.”

A sugestão da Folha de São Paulo, por exemplo, é de que os interessados em divulgar o seu conteúdo “copiem um trecho (até dois parágrafos) seguido de um link da versão integral do site www.folha.com.br .” (cf. Folha de São Paulo de 19-12-2012, Caderno Poder, pg. A11).

No caso de matérias do NEPC do Colorado (USA), são “comunicados de imprensa” destinados a divulgação, daí que sejam traduzidos na íntegra.

Todos os links que permitem descarregar documentos e relatórios são públicos e quando hospedados no site, são igualmente documentos públicos. Da mesma forma, não sediamos vídeos no site, apenas apontamos para links já divulgados.

No entanto, caso alguém ainda sinta-se prejudicado, por favor, faça-nos saber pelo email freitas.lc@uol.com.br.

Comentários postados e que sejam considerados ofensivos e fora dos padrões de moralidade ou não pertinentes aos assuntos tratados no blog serão deletados.

Finalmente, cabe indicar que o mês de dezembro de 2012 ficou sendo um grande repositório de todas as postagens feitas anteriormente entre 2010-2012, quando o Blog estava hospedado na Uol. Problemas técnicos (Protocolo 170407498 de dezembro/2012) nos obrigaram a migrar o Blog.

Obrigado

Luiz Carlos de Freitas

37 respostas para Política do Blog

  1. Lilian - FE/Unicamp disse:

    Luís: adorei saber que tem um blog…e adorei ler. Parabéns!!!!!

  2. Vicente disse:

    Prezado Luis: Um espaço de reflexão critica, como sempre do lado certo.
    Parabéns!!

  3. Deborah disse:

    Professor,
    Parabéns pelo blog e por suas colocações!

  4. Monica Maria Campelo de Melo disse:

    Olá, Professor Luiz Carlos.
    Sou Pernambucana, Mestre em Educação (UFPE) e trabalho na Gerência de Avaliação Educacional e Políticas Públicas, da SEDUC/PE. Quero fazer doutorado e escrevi um projeto sobre a avaliação do Governo Eduardo Campos ( 2008-2014). Isso me interessa porque é um projeto redondinho (dois mandatos seguidos). Meu projeto foi aprovado aqui na UFPE, mas levei bomba na prova de Inglês, e infelizmente não pude fazer o curso. Queria saber se o senhor se interessaria em ver o projeto. Ele levanta uma discussão teórica sobre a política meritocrática vivenciada pelo nosso governo. Participei do Congresso da ABAVE esse ano, e assisti um trabalho do Professor Cláudio Ferraz. Achei sua análise muito deturpada e com muitas lacunas. Aliada a essa política meritocrática, que faz parte de um programa de “Melhoria da Gestão”. Sofremos com um doloroso processo de municipalização que atormenta professores e comunidades inteiras. Estamos vivendo em pé de guerra com o governo. Gostaria que o senhor me ajudasse a fazer meu doutorado me orientando nessa discussão. Faço parte de um grupo de pesquisa há 7 anos, aqui na UFPE, intitulado Fenômenos Didáticos na Sala de Aula. Na Seduc, minha atividade é fazer relatórios de análise do acompanhamento do SAEPE, do qual o bônus do professor está atrelado (BDE). Professor, me ajude por favor! Tenho secura sobre esse tema, e não encontro apoio aqui em PE.
    Espero que compreenda minha ansiedade, ano que vem, o Dudu encerra seu mandato e os dados poderão ser acessados. Fiz um relatório para o Bco Mundial avaliando o período de 2008 à 2012. Em relação aos resultados, em 2014, consigo fechá-los.
    Obrigada e desculpe-me a ousadia.
    Monica Maria Campelo de Melo.

  5. Fernanda cristina disse:

    Estou muito feliz em poder continuar lendo seus textos prof. Freitas! Estudei na UGF e o sr. foi meu prof.

  6. Orandes Rocha disse:

    Olá Prof Luiz Carlos Freitas,
    Concluí meu mestrado em Educação: Currículo na PUC/SP em 2012, na área de avaliação docente, mais precisamente a questão da Bonificação por Resultados na SEE/SP.
    Vejo em seu blog que o assunto “Meritocracia” está entre os mais abordados, gostaria de lhe pedir alguma sugestão de bibliografia sobre o tema “Meritocracia na educação” se não for incômodo, pois gostaria de aprofundar meus conhecimentos nesta área.
    att
    orandes

  7. inge disse:

    Li hoje, pela primeira vez, um texto do blog, sobre o IDEB. Gostei muito da maneira clara e cuidadosa com que o tema foi abordado!

  8. Cristina Cação disse:

    Recentemente entrei em contato com seus textos e suas ideias, gostei muito do que li, além de estar aprendendo muito. Me faz refletir sobre os caminhos da educação pública da qual faço parte como monitora infantil da Prefeitura Municipal de Campinas.. Muito bom seu trabalho.

  9. karina moreira disse:

    Olá Professor Freitas. Gostaria de ler o livro ” Avaliação e políticas públicas educacionais: ensaios contrarregulatórios em debate” entretanto não tenho encontrado para compra ou download. Como poderia ter acesso a ele? Obrigada, Karina

  10. marivia disse:

    Acessei hoje pela primeira vez. Gostei muito dessa possibilidade de acesso. Serei frequente!

  11. Daniel Barboza Nascimento disse:

    Bom dia!!
    Professor Luiz Carlos de Freitas,

    Sou o professor Daniel Barboza Nascimento do Estado do Espirito Santo… Lembra-se do Seminário que aqui realizamos e que o senhor fez a diferença?!?!

    Fui entrevistado por uma de suas orientandas, acho que foi do doutorado, uma colega aqui do estado e conversamos sobre o Saemvi (Sistema de Avaliação da Educação do Municipio de Vitória-ES).

    Estou me propondo a estudar o Sistema de Avaliação da Educação de nosso estado (Estado do Espirito Santo). para alem do que já envestigaram em seus aspectos poplitico pedagógico, acredito que tenha um “truque” administrativo financeiro que “produz” uma ilusão no trabalhador/professor, pois apregoa-se uma liberdade do individuo em buscar a sua maior bonificação mas esconde os limites financeiros.

    Gostaria de saber se possue e ou como posso conseguir a relação de estados que tem Sistemas de Avaliação da Educação Estadual e quais capitais operam nessa direção. Dos que tem os referidos sistemas, quais pagam o Bonus ou similares?

    Certo de contar com a atenção

    Deixo as minhas considerações a um dos maiores intelectuais que atuam na defesa da escola pública

    • Olá Daniel, obrigado pelas suas palavras. Quanto à relação de estados com sistemas próprios de avaliação, não sei de um local que pudesse encontrar esta informação. Penso que terá que entrar no site das próprias secretarias estaduais. Sua disposição para estudar o Saemvi é muito importante. Precisamos muito que cada colega em seu estado e município se debruce sobre as realidades locais de forma a acumularmos conhecimento sobre estes processos. Abraço.

      • Daniel Barboza Nascimento disse:

        Bom dia!!! realmente pensei que teria que fazer o que disse. procurarei por Estado, as suas respectivas leis e resoluções e se realizam o pagamento do Bônus Desempenho ou similar, bem como se a capital também o tem. Quando terminar lhe mandarei o levantamento/relatório.

        Intééé…

  12. Tamara Cardoso André disse:

    Prezado Freitas, Saudações.
    Fizemos uma pesquisa intitulada “Avaliação em Larga Escala: o que a média não mostra” e publicamos na revista Psicopedagogia On Line.
    Tentamos provar que cálculo de média esconde alunos com baixo desempenho.
    Espero que seja do seu interesse a divulgação desta pesquisa, cujo link segue abaixo:
    http://www.psicopedagogia.com.br/new1_artigo.asp?entrID=1864#.VhWh1_lVikq
    Atenciosamente
    Tamara Cardoso André.

  13. andrehmartins disse:

    Olá Professor,
    O Sr. Soube do estudo da FEAC, sobre absenteísmo dos professor da rede pública de campinas? Recomendo! O estudo teve grande repercussão na mídia e, obviamente, caiu muito mal no estômago dos professores e de pessoas que levam a sério o debate sobre educação. Fica a sugestão de pauta para o blog.

  14. Ronaldo Mota disse:

    Feliz de ver citação a trabalho de minha querida e falecida prima Janete Beauchamp

  15. Eugênia Morais de Albuquerque disse:

    Preciso entrar em contato com o senhor professor Luiz Carlos Freitas.
    eugeniama1@yahoo.com.br

  16. Consuelo disse:

    Prof Freitas sua opinião sobre a nomeação do Lula e a corrupção da Petrobrás

    • A lei não admite saltar etapas, baseando-se na presunção de culpa. A investigação tem etapas e todas elas devem ser cumpridas, antes de se condenar. É o estado de direito.

      • Consuelo disse:

        Concordo com isso, mas não consigo compreender um governo que não seja ético em suas ações. Que cria politicas de ajuda aos excluídos mas permite o roubo do dinheiro público que ajuda a mantê las. Realmente me sinto perdida.

      • Eu também não. Mas não se responsabiliza sem antes formar culpa. Não existe “o governo”. Existem pessoas.

      • Consuelo disse:

        Peço desculpas pelo meu possível desconhecimento, nas seu texto sobre as manifestações me pareceu ser o mais objetivo que vi até agora. Por isso a minha insistência, pois não fui a nenhuma das manifestações por não conseguir compactuar com o que cada uma apresenta. Eticamente não aceito a nomeação do Lula, esse é o ponto que não fecha, pois posso entender o erro das gravações que vieram a público, mas não posso ignorar o conteúdo. Quem fala de golpe não menciona o conteúdo isso me incomoda.

      • Não estou advogando em nome de pessoas. Daí que o conteúdo particular de uma conversa privada não seja o ponto. Há procedimentos para se analisar e julgar isso, e foram inventados pelos próprios liberais.

      • Consuelo disse:

        Não faz sentido, não podemos avaliar algo pelas partes sem considerar o todo. Posso entender não aceitar a divulgação, mas não consigo desconsiderar a informação. A ética pede algo mais….continuo sem entender não avaliar essa parte.

  17. Não é não avaliar. É avaliar com as etapas e procedimentos adequados e não presumindo culpas.

  18. Consuelo disse:

    Emitir uma opinião sobre fatos apresentados não é avaliar ou julgar. A questão é que a fala dos dois dias de um comportamento não ético de uma posição política que não condiz com o seu discurso. Isso tem me preocupado e tirado a paz. Respeito o trabalho social do PT pacas, mas não consigo ignorar atitudes que vão contra os preceitos morais que me fizeram acreditar nas suas propostas. Estou em crise…. Realmente gostaria de ouvir opiniões.

  19. Helio disse:

    Olá, professor!
    Segue abaixo link do editorial do jornal O Globo, de 18/05/2016, que, no meu ponto de vista, mostra como os reformadores empresariais da educação tem todo apoio da grande mídia.

    http://oglobo.globo.com/opiniao/maus-passos-na-educacao-fluminense-19324760?utm_source=Facebook&utm_medium=Social&utm_campaign=compartilhar

  20. suzanaburnier disse:

    Boa matéria, ótimo blog!

  21. Anália disse:

    Boa tarde Luiz Carlos !!!!
    Hoje de manhã você esteve em Americana palestrando para os professores e você citou uma autora (Tatiana) que tem um livro sobre o Brasil pós FHC. Você poderia dizer o nome do livro dessa autora?
    Obrigada!!!

  22. ROSEMEIRE ROBERTA DE LIMA disse:

    Trabalho com avaliação no ensino superior em uma instituição federal desde 2012. E esse blog me auxiliou em excelentes posicionamentos. Parabéns pelo blog.

  23. Daniel Silva disse:

    Prezado professor Freitas,
    Junto a colegas de licenciatura aqui da Faculdade de Educação da USP, preparei um seminário sobre as políticas públicas da gestão Dilma e a descoberta de seu blog com as análises da trajetória de reformas “estratégicas” e de medidas que abrem portas para ela foi muito importante para a formação de um posicionamento crítico acerca do período. Venho agradecer a qualidade do conteúdo em nome de nosso grupo. A página foi devidamente referida e, mais do que isso, recomendada aos colegas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s