Comitê Nacional Contra o Golpe: educadores se organizam

Vinte e sete entidades educacionais reunidas em plenária instituíram o Comitê Nacional da Educação contra o Golpe. Fizeram uso da palavra e reafirmaram a denúncia do golpe e a defesa da democracia: a coordenadora geral da Contee, Madalena Guasco Peixoto; o coordenador do FNE, Heleno Araújo; Ariovaldo de Camargo (CUT); Maria Clotilde Lemos Petta (CTB); Eduardo Rolim de Oliveira (Proifes); Iago Montalvão (UNE); Rafael dos Santos Pereira (FASUBRA); Janeslei Albuquerque (Frente Brasil Popular); Selma Rocha (Setorial de Educação do PT); Ana Maria Prestes (Comissao de Educacao do PCdoB e Fundação Maurício Grabois); Wellington Ferreira (Anpae); Shirleide Silva Cruz (Anfope); Míriam Fábia (Anped); Ivany Rodrigues Pino (CEDES); Pedro Vilela (FNDC); Dalila Andrade (Rede Estrado); Karine Moares (FORUMDIR); Antônio Lacerda (Contag); Ivonete Nascimento (UBM); Dimitri Silveira (Comitê de Educação pela democracia); Sumika Freitas (MIEIB); Gilvânia Nascimento (UNCME); Toni Reis (ABGLT); Analise da Silva (Fóruns de EJA do Brasil) e Catarina de Almeida Santos (Campanha Nacional pelo direito à educação).

“Entre as deliberações da Plenária estiveram a instituição de um “Comitê Nacional de Educação Contra o Golpe – Fora Temer, em defesa da Democracia, nenhum direito a menos”, que será formado por entidades, movimentos, fóruns, redes e comissões e que atuará nesse formato até a votação do impeachment. Posterior a essa data, e independente da votação, será transformado numa “Frente Nacional em defesa da educação pública, gratuita, laica e de qualidade referenciada socialmente”.”

Leia mais aqui.

O evento aconteceu em Brasília-DF, para debater a conjuntura da educação e as mudanças no Ministério da Educação e na política educacional, reafirmando a posição das 27 entidades e redes de entidades presentes pela defesa da democracia, da garantia da educação pública e gratuita, do cumprimento do Plano Nacional de Educação (PNE) e do desenvolvimento soberano do Brasil.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Assuntos gerais e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para Comitê Nacional Contra o Golpe: educadores se organizam

  1. Luciano Santos de Farias disse:

    Quem não aguenta mais golpes somos nós que pagamos impostos altíssimos.

  2. Andréa Rosana Fetzner disse:

    Na Unirio, também temos um Comitê contra o Golpe e Pela Democracia, seria importante que reuníssemos todos estes Comitês das Universidades Federais também.
    Abraço,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s