Goiás: Educação da UFG é contra militarização e privatização

A Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás emitiu nota pública em que se coloca contra a militarização das escolas e a proposta do Governo de Goiás de entregar a educação estadual às Organizações Sociais.

 “A FE/UFG se posiciona contrariamente à militarização e à proposta de gestão escolar via OS por entender que não é por nenhuma dessas duas vias que o estado alcançará o objetivo de construir uma escola verdadeiramente pública, laica, gratuita e de qualidade para todos”, diz a nota.

Reivindicando os mais de 40 anos de experiência no campo da formação de professores e de pesquisa, a FE/UFG diz entender “que a gestão escolar via OS se constitui num processo de terceirização da oferta de educação pública e que a militarização das escolas é uma solução equivocada tanto para a suposta resolução do problema da violência nas escolas quanto para a melhoria da qualidade do ensino”.

 A nota, assinada pelo Conselho Diretor da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás, pergunta:

“se o estado possui recursos para que OS e Polícia Militar administrem escolas, por que não investe estes mesmos recursos num projeto próprio, verdadeiramente público e democrático, de melhoria da qualidade da educação no estado?”

Leia mais aqui.

Veja também que a Justiça de Goiás negou reintegração das escolas, solicitada pelo Governo.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Assuntos gerais e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s