Senado resgata versão original de Rigoni

A pressão sobre o Senado teve resultado positivo. O Senado decidiu aprovar a versão original do relatório do Deputado Rigoni apresentado à Câmara e que foi emendado em plenário durante sua aprovação dando margem ao aumento dos processos de privatização da educação pública brasileira. Com isso, a emenda que permitia repasse ao Sistema S e a escolas filantrópicas e religiosas foi suprimida.

O texto volta novamente à Câmara e deve ser votado na próxima semana.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Assuntos gerais, Privatização e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s