Bresser-Pereira responde a Schuler

Em artigo resposta a Fernando Schuler, Luiz Carlos Bresser-Pereira critica o neoliberalismo e seu individualismo exacerbado.

“A igualdade de oportunidades é “o sonho americano” que nunca efetivou. É um princípio meritocrático, que é preciso avaliar criticamente.”

Leia aqui.

Bresser-Pereira está mais próximo da realidade, pois como bem analisa Markovits em “A armadilha da meritocracia”, o princípio da igualdade de oportunidades esconde, de fato, a desigualdade de condições para poder competir e aproveitar as oportunidades.

A afirmação do princípio da igualdade de oportunidades visa vender a ideia de que todos podem agarrar as oportunidades quando, de fato, somente aqueles que dispõem das condições econômicas e sociais para tal podem fazê-lo. Com isso, as elites acenam com oportunidades para todos, mas reservam para si os melhores postos, já que só elas reúnem as condições para aproveitar tais oportunidades: um jogo, portanto, de cartas marcadas.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Meritocracia, Segregação/exclusão e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s