PISA sob ataque

“O professor Svend Kreiner, um estatístico da Universidade de Copenhague na Dinamarca, disse que um modelo impróprio é usado para calcular o ranking do Pisa a cada três anos. Em um artigo publicado este verão, ele desafia a confiabilidade do Pisa e mostra como ele flutua significativamente de acordo com as perguntas do teste que são usadas. Ele revela como, no ranking de leitura de 2006, o Canadá poderia ter sido colocado em qualquer lugar entre o segundo e o 25, o Japão entre oitavo e 40 e o Reino Unido entre o décimo quarto e o 30.

O Dr. Hugh Morrison, do Queens University Belfast, na Irlanda do Norte, vai mais longe dizendo que o modelo do Pisa utilizado para calcular o ranking é, em seus próprios termos, “totalmente errado”, porque contém um “profundo” erro conceitual. Por esta razão, argumenta o matemático, o “Pisa nunca funciona”.

Veja matéria aqui.

É bom parar com este colonialismo cultural brasileiro do PISA, antes que passemos vergonha…

Estudos de Svend Kreiner.

Estudos de Hugh Morrison.

Mais estudos de outros autores.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Links para pesquisas, Pisa e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s