Goiás: caso de polícia

Em ação inédita a Secretaria de Educação do Estado de Goias militariza 10 escolas e institui mensalidade.

“Sob o pretexto de diminuir a violência, a Polícia Militar de Goiás irá administrar 10 escolas públicas do Estado, governado por Marconi Perillo (PSDB). Os estudantes serão obrigados a usar quatro uniformes com motivos militares e sapatos, que serão vendidos fora da escola por valores que podem chegar até R$ 600.

Além disso, a matrícula custará R$ 100. Haverá ainda uma mensalidade de R$ 50 e mais dois livros no valor de R$ 300. O valor total dos custos pode chegar até R$ 1.500 por ano. Quem não puder pagar, terá seu filho matriculado em outra escola pública.

Em nota divulga pelo Jornal da Globo, a Secretaria de Educação de Goiás afirma que a medida visa combater a violência de forma efetiva. No Colégio Fernando Pessoa, que passará a se chamar Escola da Polícia Militar de Goiás Fernando Pessoa, em Valparaíso, a escola será dirigida por um policial com formação em pedagogia. Além dele, militares farão aulas de Educação Física e exigirão disciplina dos alunos.”

Leia aqui.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Assuntos gerais, Privatização. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Goiás: caso de polícia

  1. Pamela Greco disse:

    Gente, isso é loucura, é crime! Que absurdo! Mais um atentado contra a Escola Pública Brasileira…e fico pensando, quanto de força restará pra essa luta?

  2. MARIA ESTELA SIGRIST BETINI disse:

    A mídia anda propagando que está em curso um projeto socialista do PT. E isto não é um projeto fascista do PSDB? O que o MEC faz? O que a Promotoria Pública faz diante de tal aberração? Parabéns por estar fazendo a denúncia.

  3. Suelen Batista disse:

    E quando a gente pensa que não pode piorar… a PM assume uma escola!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s