Mec inicia base nacional da formação

A Secretaria da Educação Básica do MEC começa a preparar alterações na formação de professores para alinhá-la à base nacional comum, conforme anunciou o Blog da Helena este mês.

Como é sabido, um dos desdobramentos da criação de uma base nacional curricular obrigatória é mudar o currículo das instituições formadoras de professores. Neste processo pretende-se também criar a residência pedagógica, dando bolsas para os recém-formados atuarem nas redes durante dois anos. Segundo a Veja, em entrevista com Manuel Palácios da SEB/MEC:

“No próximo mês, uma comissão de especialistas deve divulgar um roteiro de trabalho para o debate. Ao longo de 2016, universidades e organizações do setor também poderão contribuir. O processo começa agora, mas deve ganhar força no segundo semestre do ano que vem, quando o currículo do ensino básico estará pronto.

“O formato final deve atender às expectativas geradas pela base (curricular do ensino básico”, disse Palácios. A má qualidade na formação docente é considerada entrave para a adoção prática do currículo único. Bernadete Gatti, especialista em formação docente, foi convidada para coordenar o grupo.”

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Assuntos gerais, Avaliação de professores, ENAMEB - Professores, Mercadante no Ministério e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s