Maia: primeiro o mercado

Mais claro é impossível. No entanto, nada surpreendente. Maia, presidente da Câmara dos Deputados, revela a serviço de quem está o Congresso Brasileiro. Os avanços sociais são coisa para o futuro, segundo ele. Em primeiro lugar está o mercado. Esta postergação do povo já ouvimos também da ditadura, para quem era preciso primeiro fazer o bolo crescer, para depois reparti-lo. Toda vez que os empresários têm sua rentabilidade diminuída, primeiro tem que salvar a pele deles, para depois chegar a vez do povo. Como o capitalismo vai de crise em crise, nunca chega a hora do povo…

Agenda legislativa terá foco no mercado e no setor privado, diz Maia

Durante Fórum Brasil de Investimentos, o presidente da Câmara defendeu reformas e disse que avanços sociais dependem dessas votações

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou nesta terça-feira (30) que a agenda da Casa, “em sintonia com a agenda do presidente Michel Temer”, tem como foco o mercado e o setor privado para, no futuro, permitir avanços sociais no Brasil.

“Nós queremos que o estado tenha um papel mais regulador e que o setor privado possa ter um papel mais forte nos investimentos”, disse Maia durante o Fórum Brasil de Investimentos 2017, em São Paulo. “Nós não queremos mais que a burocracia brasileira prejudique a capacidade de investimento de brasileiros e estrangeiros no nosso País, principalmente na geração de emprego”, acrescentou.

Durante o evento, que contou com a presença de Temer e do presidente do Senado, Eunício Oliveira, entre outras autoridades, empresários e investidores, Maia disse que a aprovação do teto de gastos, promulgada no fim do ano passado, “foi uma revolução” e fez uma forte defesa das reformas trabalhista e da Previdência como medidas necessárias para garantir equilíbrio econômico no Brasil nos próximos anos.

Ele garantiu ainda que, após a votação dessas reformas, o foco das votações será mantido. “Estamos prontos com os nossos líderes na Câmara para organizar depois das grandes reformas a micro agenda, a agenda para garantir segurança para o investidor”, afirmou.

“Nós vivemos em um País onde o aumento de impostos resolvia a questão fiscal do estado brasileiro. Então, ano após ano, todos os governos fizeram um trabalho mais simples, que aumentou impostos para resolver o problema de caixa do governo. Nós, pela primeira vez, tivemos a coragem de produzir uma agenda diferente, uma agenda que limitou os gastos do governo. A partir da PEC do teto, todas as outras reformas que estão no Congresso Nacional passaram a ser fundamentais, principalmente a reforma da Previdência”, reiterou.

Em relação às mudanças previdenciárias, Rodrigo Maia considerou que o atual modelo garante privilégio a poucos e prejudica milhões de brasileiros por conta de seu déficit crescente. “A sociedade tem sido usada de forma permanente por corporações que têm capacidade de silenciar a agenda do País e conquistar benefícios em detrimento da grande maioria da população brasileira, que é sempre prejudicada por alguns privilegiados”.

Rodrigo Maia disse que é cobrado para elaborar uma agenda que combata a desigualdade social e a pobreza no Brasil, mas que isso só será possível em outro momento. “Antes de tudo isso, nós precisamos reorganizar as contar públicas, nós precisamos ter um estado que seja do tamanho necessário para que a sociedade possa viver sem a dependência do estado brasileiro”, concluiu.

Fonte: Câmara dos Deputados.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Assuntos gerais, Privatização. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s