Trump, Temer e a mobilização pelo ódio

Temer está copiando de Trump o roteiro da auto-promoção pelo ódio: primeiro pôs em evidência os venezuelanos que “estão invadindo” Roraima; ato seguido decretou a intervenção no Rio de Janeiro contra os “bandidos”. Ódio dá votos. O ódio passa uma mensagem de “ação”, “decisão”, “força”. Bolsonaro usa isso de forma muito eficaz e já reclamou do plagio de Temer.

Temer está em campanha. Sua agenda é a manutenção do golpe face à dificuldade de se encontrar alguém confiável para continuar a “obra”.

Trump se notabilizou por usar na campanha a arrogância e o ódio. Jogou uma parte da população americana contra os imigrantes promovendo o ódio. Propôs a construção de muros para conter os “inimigos”. Fake news não faltaram (veja aqui como são construídas). A razão disso é a crença de que o ódio é mais mobilizador e vantajoso para angariar votos.

Como afirma a organização dos “Juízes para a Democracia”:

“A intervenção ora decretada, tenha o real motivo que tiver, é uma medida autoritária, de ruptura definitiva com o cambaleante Estado Democrático de Direito e semelhante recurso longe de resolver os problemas da “segurança pública”, pois jamais enfrentadas as causas estruturais da crise, somente servirá para massacrar as populações da periferia equivocadamente reconhecidas pela classe média e pela mídia local como o “inimigo”.”

A percepção de que Lula não estará na eleição, acirra a luta e as contradições na elite dominante. Ali, a voz mais definidora é a do “mercado”. O mercado quer alguém radicalmente de direita e não de centro. Quem se mostrar mais radical na pauta, incorporando as reformas do mercado, poderá ser o candidato da continuidade. Temer está a postos. É uma maneira também do grupo que está no poder continuar com “foro privilegiado” sendo julgado no STF.

Temer aposta na mobilização pelo ódio. No entanto, mobilizando pelo ódio, quem vai controlá-lo depois?

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Assuntos gerais e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s