Sergipe: paralisação questiona Projetos de Lei

Belivaldo Chagas (PSD), que tem como vice Eliane Aquino (PT), introduz sistema de avaliação anual na rede pública de Sergipe. Os professores decretaram paralisação dias 2 e 3 de outubro em protesto pela iniciativa e pelo pagamento do piso salarial.

O Governador de Sergipe enviou para a Assembleia Legislativa de Sergipe o Projeto de Lei nº 208/2019 que institui o SAESE – Sistema de Avaliação da Educação Básica de Sergipe, nas escolas públicas estaduais e municipais. A avaliação é de caráter obrigatório e censitário.

O SAESE deverá ser o equivalente aos sistemas de avaliação externa das escolas tal como ocorre em outros estados. Ele acontecerá anualmente na 2a., 5a. e 9a. série do fundamental e na 3a. série do ensino médio, envolvendo apenas as disciplinas de português e matemática. Futuramente, poderá ler ampliado para outros componentes curriculares ou outros anos de ensino.

O Estado também está lançando o programa Alfabetizar para Valer.

Leia aqui.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Avaliação de professores, Meritocracia, Privatização, Responsabilização/accountability e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para Sergipe: paralisação questiona Projetos de Lei

  1. Pingback: Educação pelo Brasil 255 – Jornal Pensar a Educação em Pauta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s