Pitacos políticos

Alckmin (PSDB) deve ser reconduzido como governador do Estado de São Paulo já no primeiro turno nas eleições brasileiras que ocorrem hoje. Ele é devedor da política de seu Secretário da Educação o Prof. Herman e de seu Subsecretário, até pouco tempo, o Prof. Palma – que não souberam manter no governo.

O jeito próprio de fazer política e os suportes políticos dentro do próprio PSDB que o distinguem da forma barulhenta de Aécio Neves (PSDB), candidato a presidente, devem ter tido algum peso. Mas não deve passar por alto o fato de ter contado com Herman e Palma na área da educação. Eles puseram um freio no salto alto das políticas de reforma educacional defendidas por Maria Helena Castro e seu grupo – agora assessora direta de Aécio Neves para assuntos educacionais na disputa presidencial. A eventual derrota de Aécio, será também uma derrota do jeito de fazer educação de Maria Helena.

É importante que Alckmin não se esqueça disso quando tiver que pensar em quem será o futuro Secretário da Educação de sua segunda gestão.

Quanto a Marina (PSB), também candidata no pleito de hoje a presidente, cresceu no vazio deixado por Eduardo Campos, mas preservando o legado educacional deste em Pernambuco que, apesar de aparecer na mídia como um milagre educacional, pode não ser bem assim se não ficarmos somente nos índices oficiais do IDEB. Índice por índice, é só olhar no último PISA a posição do Estado. E se quisermos aprofundar um pouco mais, no número dos alunos em EJA naquele Estado, sinalizando processos de segregação. Alí também existem processos de privatização em curso.

Se as pesquisas que dão Aécio na frente de Marina estão certas, perdeu sentido votar em Marina no primeiro turno, se não vai estar no segundo. Lá o confronto será Dilma (PT) X Aécio (PSDB) e ter-se-á que votar em Dilma para o bem da educação brasileira. Melhor será resolver isso já no primeiro turno.

Ruim com, pior sem.

 

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Assuntos gerais, Meritocracia, Privatização. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Pitacos políticos

  1. Regina Célia Cola Rodrigues disse:

    Olá Professor. Com os resultados do já apresentados fico com uma sensação de que as coisas vão de mal a pior. Alckimin no governo por mais 4 anos (o que já era previsivel), mas a bancada de Deputados Estaduais, Federais e até o Senador…ai penso: a educação não está efetivamente cumprindo o papel de transformação. Lamentável. A mudança é mais que urgente.
    Regina Cola

  2. Adriana Teixeira Reis disse:

    Boa noite professor. Realmente a notícia sobre o PSDB mais 4 anos em SP não é nada animadora. Mas meu medo maior será o PSDB na presidência. Agora é acreditar, e torcer, para que as pessoas que votaram na Marina ou na Luciana Genro votem na presidente Dilma.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s