SP: escola pede ajuda

Você pensava que algum dia veria no Brasil as escolas fazendo abaixo assinado para não serem fechadas? Pois basta percorrer a Charge.org e você encontrará várias delas pedindo socorro. Em outros países, os reformadores fecham escolas às centenas para entregá-las à iniciativa privada ou desativá-las definitivamente.

Aqui vai uma que já conta com mais de 2000 adesões para que não seja fechada.

“A Escola de Ensino Fundamental 1 – Mathias Aires (Terceira melhor nota do IDESP-2014 no Estado de São Paulo – 8.19, além de ser a 1ª na Diretoria de ensino Norte 1) conta com mais de 400 alunos e ainda assim será desativada para a reorganização da Secretaria da Educação.

Uma escola-modelo que funciona com máxima eficiência, que tem alunos frequentes e que já é de ciclo único. Ao desativar essa escola, o governo desativa um promissor projeto pedagógico, desativa a esperança e confiança depositados pelos pais de alunos em uma educação de qualidade para seus filhos.

O resultado disso? – Salas superlotadas – Péssimas condições de trabalho – Péssimo aproveitamento dos alunos – Entre outras coisas.

Vamos lutar para nossa escola continuar o excelente trabalho que faz!”

Assine aqui.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Reorganização escolas em São Paulo. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para SP: escola pede ajuda

  1. Claudia Regina da Silva disse:

    Olá professor Luiz.
    Gostaria de entrar em contato para convite de Fórum da Educação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s