As “duas Marias” de Demétrio: salvando a pátria?

Demétrio Magnoli escreve na Folha em defesa de Maria Helena Castro e Maria Inês Fini, alertando para os prováveis problemas que enfrentarão no que ele chama de a guerra das “duas Marias”. Segundo ele:

“Maria & Maria têm uma plataforma para a Educação. 1) Base curricular unificada, com foco no “aprender a aprender”; 2) Avaliação sistemática das escolas, baseada em metas definidas; 3) Qualificação permanente dos professores; 4) Bonificação por mérito para escolas e professores.

Elas sofrerão, por isso, intensa sabotagem de camarilhas políticas, interessadas na colonização do sistema de ensino por cabos eleitorais, da burocracia aparelhada do MEC, consagrada a diversos tipos de doutrinação ideológica, e de associações sindicais de professores, avessas a distinções meritocráticas de remuneração. Todos esses grupos tecerão pactos de conveniência contra as duas Marias, boicotando suas iniciativas. São eles os “conservadores”: querem conservar um ensino público que conspira contra o direito à educação dos filhos dos pobres.”

O problema com Demétrio é que, não sendo da área da educação, não tem a obrigação de saber dos resultados das políticas acima resumidas por ele. Mas poderia se assessorar antes de tomar posição. Na ausência de informações da área, acaba sendo obrigado a fazer uma defesa puramente ideológica e rancorosa -típica das duas Marias.

O problema com as duas Marias é que elas sempre estão em guerra com alguém – ora com os professores, ora com os sindicatos, ora com os dois. E é por isso que em SP foram colocadas em “stand by” pelos governos do próprio PSDB: elas arrumam guerras e não soluções que aglutinem. E em educação, não existem salvadoras da pátria.

Mais ainda, os professores e os sindicatos, não são o problema. Eles fazem parte da solução. Enquanto isso não for reconhecido pelas políticas públicas, não haverá solução para a educação melhorar. Não precisamos de “guerras”, precisamos de convencimento e de trabalho conjunto. E claro, um pouco de evidência empírica sobre as propostas, é sempre bem vinda. Não podemos fazer experimentos com redes inteiras quando sabemos que as medidas propostas já não deram resultados antes.

Já cansei os leitores deste blog de apresentar dados que comprovam que a política das duas Marias é um fracasso mundial, onde foi tentada. De Nova York ao Chile, passando pela época em que Maria Helena era Secretária da Educação em SP, o uso destas políticas não melhoraram a educação. Em Nova York foram declaradas falidas por Bloomberg que não era membro de nenhuma “associação sindical de professores” e cuja doutrinação ideológica era absolutamente alinhada com a das duas Marias. Tanto que foi de lá que copiaram a política.

Em São Paulo, como já divulguei aqui, a aplicação destas políticas mostrou-se inócua para alavancar a melhoria da educação. O penúltimo Secretário da Educação de Alckmin (PSDB) disse publicamente que “tinha vergonha dos números da educação paulista”.

SARESP15grafico2

SARESP15grafico

A fala de Demétrio pode até convencer incautos, mas, infelizmente, está baseada em números ruins. Somente a quinta série do ensino fundamental mostrou avanço consistente em SP, mas isso aconteceu no Brasil inteiro e não é mérito da política local.

Como se vê, estes números desmentem o “sucesso” das duas Marias em SP. E é por isso que objetamos esta política acima resumida por Demétrio e não por mera ideologia como ele sugere. A defesa das duas Marias, esta sim é puramente ideológica. Nada de mal nisso, mas ela precisa ser acompanhada dos resultados obtidos e estes, no caso das políticas das Marias, são ruins. Este blog está cheio de outros relatórios e dados sobre o fracasso destas propostas.

As duas Marias, como são chamadas por Demétrio, vão reproduzir esta política que não funciona, agora em escala nacional. Mais tempo perdido para a educação brasileira.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Mendonça no Ministério, Meritocracia, Responsabilização/accountability e marcado . Guardar link permanente.

4 respostas para As “duas Marias” de Demétrio: salvando a pátria?

  1. Antonio Simplicio de Almeida Neto disse:

    Afirmar que “as duas Marias” são uma “ousadia” do Mendoncinha é uma afronta cometida por Magnoli à inteligência do leitor. Como já dito nesse blog, o DEM não tem quadros para essa área e, por isso, a entregou para o PSDB. Essa “ousadia” que vai levar ao resto do Brasil a política educacional paulista fracassada do PSDB. O currículo bandeirante cumpre sua sina .

  2. Maria José Antunes disse:

    Gostei muito dos argumentos.

  3. Felix disse:

    Premiação a professores por mérito combina com a qualidade da educação pública…

  4. Maria Estela Sigrist Betini disse:

    As duas citadas serão instrumentos necessários para pôr uma pá de cal sobre a escola pública.
    A escola brasileira só terá “qualidade” quando a escola pública, que matricula a grande maioria das crianças brasileiras, estiver em outro patamar. O ensino brasileiro não é bom por não ter “qualidade” na escola pública.
    E a forma como as escolas da educação básica tem sido tratadas pelos Estados e Municípios, não é possível ter qualquer “qualidade”. Abrem salas de aula sem que se tenha professores para lecionar, ou que se tenha professores de todas as disciplinas pata lecionar. Como é possível a escola não ter, em algumas salas, professores de Matemática, ou de Geografia, ou de Ciências? É isso que tem ocorrido. Depois a culpa é dos professores? Não se prevê que o professor vai se aposentar, que pode ficar doente, que não há na rede professores suficientes em algumas disciplinas. Quem planeja, ou deixa de planejar? É o professor ou o governo do município ou Estado? Planejar não é verificar após o ocorrido que há falta de professores. Planejar é fazer previsão.
    O que se espera é realmente afundar a escola pública e passar aos poucos à iniciativa privada. No fundo do poço qualquer solução será aceita.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s