PISA ciências e leitura 2015: outro olhar

Como demonstramos antes para a área de matemática, o resultado do valor agregado para as áreas de ciências e leitura no PISA também apresenta crescimento: calculando o valor agregado ao longo das aplicações do PISA, o Brasil tem saldo positivo.

No caso de ciências, a variação da média nesta última edição do PISA é de apenas um ponto a menos em relação ao ano anterior. Não há que se falar em queda, pois a diferença nem é estatisticamente significativa.

Além disso, pelo gráfico abaixo, o Brasil tem um saldo positivo de 10 pontos entre a primeira e a última aplicação do PISA, enquanto que a Austrália, por exemplo, acumula saldo negativo ao longo do exame (-17). (Baixe aqui o quadro geral dos dados do NCES sobre ciências.)

cienciasva

 

Em leitura o Brasil manteve a mesma nota de 2011, não houve queda. Além disso, ao contrário dos Estados Unidos e Austrália que perderam pontos ao longo das edições do PISA, o Brasil tem um estoque acumulado de 11 pontos positivos. (Baixe aqui o quadro geral dos dados do NCES sobre leitura.)

leitura

Portanto, não há razão para se falar em caos na avaliação brasileira nesta última edição do PISA. Também é insustentável a fala da atual Secretária Executiva do MEC insistindo em que o Brasil não melhorou a qualidade de sua educação nos últimos 13 anos, resumindo-se a ampliar a cobertura. Isso não tem sustentação nos dados de valor agregado apresentados.

Mais ainda, ao ampliar a cobertura atingindo populações com maiores dificuldades de aprendizagem, o esperado era que sua media geral tivesse dificuldades para continuar crescendo ao longo das várias aplicações, o que não se evidencia, mostrando que conseguimos ampliar a cobertura mantendo nos últimos 13 anos, uma tendência de crescimento positiva para estas médias gerais (10 pontos em ciências, 11 pontos em leitura e 21 pontos em matemática).

 

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Links para pesquisas, Pisa. Bookmark o link permanente.

2 respostas para PISA ciências e leitura 2015: outro olhar

  1. marlon disse:

    Ponto meu ponto de vista como professor da educação básica, essas avaliações do IDEB/PISA só servem para no final do ano a mídia divulgar que a educação está uma merda. No fundo, eles querem enfraquecer a classe, desestimular nosso trabalho ainda mais justamente no período que estamos desgastados..corrigindo provas, diários, conselhos etc..pra depois, distribuir sem critério claro um bonus em que dentro da própria escola uns ganham 200 outros 2000..

  2. Corinta Geraldi disse:

    Saber ler o dado é mais importante que o próprio dado! é para isso que estudamos tanto! Um dado é só um dado! Presta-se a muita coisa! Precisa saber lê-lo!
    Prof Luiz Carlos é um estudioso da avaliação brasileira e do tema, pensando a partir de nossa ótica.
    Fico com ele, sem dúvidas!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s