Dissertação analisa grupo empresarial

Dissertação defendida no dia de ontem (14-12-16) na Faculdade de Educação da UNICAMP analisa, através de um estudo de caso, o Grupo empresarial  “Abril/Somos Educação”.  Segue resumo do trabalho de Luciana Sardenha Galzerano, orientado por Thereza Adrião.

“Esta dissertação tem como objetivo compreender, no contexto do capitalismo contemporâneo a atuação de grupos empresariais na educação básica pública. Para tanto, recorremos a um estudo de caso da Abril/Somos Educação. A escolha se deve à nacionalidade brasileira do grupo, sua presença majoritária no mercado de livros didáticos e ainda, por ter sido a primeira empresa voltada para a educação básica a abrir seu capital em bolsa de valores. Apoiamo-nos no pressuposto de que a educação pública no Brasil, tal qual em outros contextos, torna-se campo para negócios – inclusive para a reprodução do capital financeiro -, vide o alto grau de concentração e centralização dos grupos empresariais atuantes nesse âmbito e sua relação com o capital financeiro, por meio dos mercados de ações ou, ainda, das fusões com grandes grupos internacionais. O período selecionado para esta pesquisa (2010-2015) tem início com a formação da Abril/Somos Educação, como um segmento do Grupo Abril, em 2010 até 2015, quando o controle da companhia foi assumido pela Tarpon. Trata-se de uma pesquisa documental; as informações foram coletadas, sobretudo, nos sítios eletrônicos da Abril/Somos Educação e de seus controladores (Grupo Abril e Tarpon); na mídia de abrangência nacional e internacional, nos documentos disponibilizados pela BM&FBovespa, nos sítios do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação e do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. Como resultado, observamos que a financeirização das atividades de grupos como a Abril/Somos Educação potencializa significativamente seus ganhos, aumenta sua presença no setor educacional público e, consequentemente, o controle que exerce sobre as escolas.”

O trabalho está muito bem desenvolvido e mostra, pelo exemplo analisado, como os grupos internacionais já se posicionam no Brasil para a nova fase de privatização da educação básica pública, na qual o país mergulha na esteira da retirada do Estado, constituindo-se em campo de valorização de capital especulativo. Isso acontece já há algum tempo no ensino superior brasileiro.

Tais organizações internacionais estão ligadas à reprodução de “capital fictício” (estágio avançado do capital a juros), pois têm finalidade especulativa, guiadas por agências de fundos de investimento.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Escolas Charters, Privatização, Vouchers e marcado . Guardar link permanente.

5 respostas para Dissertação analisa grupo empresarial

  1. Antonio José Lopes disse:

    quero ter acesso ao trabalho completo.

  2. Paulo disse:

    Gostaria de ter acesso ao quero ter acesso ao trabalho completo.

  3. Cláudia Piccinini disse:

    Excelente dica. Vou divulgar no COLEMARX.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s