Vouchers em Washington D.C. não entusiasmam

Diane Ravitch informa que um estudo de Thomas Toch e Phillis W. Jordan sobre a utilização de vouchers em Washington D. C. para que os alunos das escolas públicas se transferissem para escolas particulares padece de problemas. Segundo os autores:

“A teoria por trás da iniciativa é dar às famílias de baixa renda do Distrito Federal (D.C.) mais e mais oportunidades educacionais. Tudo bem. Mas a matrícula de vouchers na capital do país para os próximos anos, caiu de 1.638 alunos no ano letivo de 2013-2014 para 1.154 no ano de 2016-2017. Mais impressionante ainda é que mais da metade dos novos alunos que receberam vouchers no ano passado, não os utilizaram.”

Leia mais aqui e aqui.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Responsabilização/accountability, Vouchers e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s