Coles: como os “muito ricos” pensam a “pobreza”

Gerald Coles, um psicólogo educacional, escreve em Counterpunch que Bill Gates e Mark Zuckerberg pensam em financiar pesquisas sobre neurologia porque acreditam que o cérebro das crianças que não vão bem nos testes, não trabalha bem.

Segundo Coles:

“Por que muitas crianças pobres não estão aprendendo e tendo sucesso na escola? Para o bilionário Bill Gates, que financiou o início dos fracassados ​​Padrões Básicos de Currículo, e tem financiado o fracassado movimento das escolas charter, e Mark Zuckerberg, do Facebook, é hora de procurar outra resposta, no nível neurológico. O mau funcionamento das crianças pobres, particularmente o “funcionamento executivo” de seus cérebros, ou seja, a memória de trabalho do cérebro, a flexibilidade cognitiva e o controle inibitório devem ser a razão pela qual seu desempenho acadêmico não é melhor.

Leia mais aqui.

Os bilionários acham que o “mal funcionamento executivo do cérebro das crianças pobres” causa não só os problemas na sala de aula, mas também afeta negativamente o seu nível socioeconômico, a saúde física e até mesmo o uso de drogas e encarceramento por crimes.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Assuntos gerais, Segregação/exclusão e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para Coles: como os “muito ricos” pensam a “pobreza”

  1. Leila disse:

    Mas na história recente da humanidade, não há sempre uma estreita relação entre o avanço do conservadorismo e a propagação de ideias biologizantes para explicar/justificar as questões e decisões socio-econômicas? Assim funciona o “cérebro” dos que estão no “topo”…

  2. Bruno Tovar disse:

    Se por um lado acho bom que eles busquem essa resposta na neurociência porque verão que nada tem a ver com o cérebro e sim com as condições de vida que damos as nossas crianças, por outro, sinto pena do caminhão de dinheiro que será gasto para descobrir o que já sabemos de tantas outras pesquisas… Recomendo para quem tem interesse no assunto uma atualização sobre alguns dos conhecimento sobre neurociência na infância. Bem que o palestrante poderia se deter apenas nos achados de pesquisa e se abster de colocar a sua proposta para educação, mas fazendo esse filtro, acredito que vale a pena ver a palestra. Segue o link: https://www.youtube.com/watch?v=2aEEUWVToLE
    https://developingchild.harvard.edu/resources/protecting-brains-stimulating-minds-the-early-life-roots-of-success-in-school/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s