CNE aprova EAD no ensino médio

O lobby privatista obteve grande vitória no Conselho Nacional de Educação ao propor e aprovar a introdução de Ensino à Distância na etapa do ensino médio.

Foram aprovadas as novas diretrizes do ensino médio pelo Conselho Nacional de Educação. Dos 10 conselheiros presentes houve apenas um voto contra de Francisco Socares (por acreditar que o processo foi muito atribulado) e uma abstenção.

Por estas novas diretrizes, o ensino médio poderá ter atividades de educação à distância que podem chegar até a 20% da carga horária do ensino médio diurno e até 30% no ensino noturno. Na Educação de Jovens e Adultos poderá ser de 80%.

Como alertamos, a proposta inicial de 40% era um teto para se negociar. Fica aberta, portanto, a possibilidade de se desenvolverem as escolas on line privadas dedicadas a EAD no ensino médio. Como também alertamos, tais escolas, em outros países como os Estados Unidos têm as piores avaliações. Em 2017 a má qualidade destas foi reiterada. O texto segue agora para homologação do Ministro da Educação.

“Para Cesar Callegari, ex-membro do CNE, a votação foi uma precipitação e o texto abre espaço para a privatização da educação por meio da atuação de grupos privados nas atividades a distância – o que de fato é permitido pela diretriz.

“Os acionistas de empresas educacionais devem estar em festa, porque abre um caminho enorme da educação a distância dentro da educação básica”, diz ele, ao ressaltar que a medida pode aumentar a desigualdade. “Ao fazer uma consulta em meio a confusão eleitoral e aprovar a toque de caixa, mancha a tradição do conselho de debates amplos. Nasce um documento marcado por ilegitimidade, e isso não é bom para educação.”

Leia mais aqui.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Escolas Charters, Mendonça no Ministério, Privatização e marcado , , . Guardar link permanente.

5 respostas para CNE aprova EAD no ensino médio

  1. Pingback: educação ou barbárie

  2. João Silva disse:

    Péssima notícia…… Obrigado por compartilhar.

  3. Pingback: CNE aprova EAD no ensino médio | Grupo de Estudos e Pesquisa em Avaliação e Organização do Trabalho Pedagógico

  4. Eduardo disse:

    Estou vendo um casamento perfeito entre a iniciativa privada e a parte diversificada (40%) da BNCC, esta última legitimando a primeira por meio do EAD.

  5. SUZETE disse:

    Tempos duros!
    Difíceis!
    Como se pode resistir e defender a educação?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s