MEC lança Base Comum de Formação de Professores

“A formação de professores deverá ser mais voltada para a prática e orientada por competências, conforme propostas incluídas na Base Nacional Comum da Formação de Professores da Educação Básica, apresentada hoje (13) pelo Ministério da Educação (MEC). A base deverá orientar a formação de professores em licenciaturas e cursos de pedagogia em todas as faculdades, universidades e instituições públicas e particulares de ensino do país.”

Leia aqui 

As principais propostas do MEC:

Aplicação anual do Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes) para licenciaturas, como forma de habilitação para a docência

Substituição do estágio por um programa de residência pedagógica, em que o aluno estivesse semanalmente na escola

Criação de um estágio probatório para docentes novatos, sob orientação de um professor mentor

Reformular os cursos de pedagogia para que tenham quatro anos de duração, servindo o último deles como uma espécie de especialização

Criação de um instituto nacional de acreditação e formação de professores, que gerenciaria a avaliação de cursos, alunos e docentes

Leia aqui.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Avaliação de professores, Mendonça no Ministério, Meritocracia, Responsabilização/accountability e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s