CNE começa análise da nova BNCFP em janeiro

O presidente do CNE, Luiz Roberto Curi afirmou que o documento da Base Nacional Comum de Formação de Professores, encaminhado no dia de hoje pelo MEC ao CNE, será presidida por Maria Helena Guimarães Castro. Além disso, já está definido também o relator desta Comissão que será Mozart Neves Ramos, diretor de Articulação e Inovação do Instituto Ayrton Senna. A primeira reunião ocorrerá em 20 de janeiro e o documento deverá estar concluído até o final de 2019.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Avaliação de professores, Mendonça no Ministério, Meritocracia, Responsabilização/accountability e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para CNE começa análise da nova BNCFP em janeiro

  1. arnaldo lopes siqueira disse:

    Professor, está acontecendo na rede paulistana uma tentativa explícita de transformar as escolas sob a lógica da empresa privada. Responsabilização da direção de escola pelo déficit de professores e pela alta no IDEB e demais indicadores, com aumento dos cargos de confiança da chefia. Além de forças as escolas a colocar aulas de reforço Língua e Matemática no contraturno no lugar de outros projetos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s