Fraude: agora é na Inglaterra

Postado originalmente na Uol em 11/12/2011

Depois das várias denúncias de fraudes nos Estados Unidos (Texas, Atlanta, New York), agora é a vez da Inglaterra. A lógica dos negócios vem completa para dentro da educação.

Jornal revela fraude em exame para os estudantes britânicos

Examinadores estariam entregando o conteúdo das provas a professores para que eles ensinassem exatamente o que seria cobrado

iG São Paulo | 09/12/2011 20:45

Uma série de reportagens do jornal britânico The Telegraph revelou uma fraude em exames nacionais de proficiência da educação básica no Reino Unido. Examinadores estariam entregando a professores o conteúdo das provas a serem aplicadas.

De acordo com a denúncia, durante seminários realizados para incentivar as escolas a escolher um dos exames disponíveis no Reino Unido, os examinadores estariam entregando o conteúdo das provas, de maneira a induzir os professores a ensinar apenas esse conteúdo e ajudar os estudantes a obter notas altas. As denúncias estão sendo investigadas pelo Instituto de Regulação de Avaliações e Exames do Reino Unido (Ofqual), por ordem do Secretariado de Educação (o ministério da educação britânico). O instituto prometeu conclusões ainda antes do Natal.

Continue lendo em:

http://ultimosegundo.ig.com.br/educacao/enem/jornal-revela-fraude-em-exame-para-os-estudantes-britanicos/n1597404045923.html

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Postagens antigas da UOL, Reforma e Fraudes. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s