Notícias do front

Postado originalmente na Uol em 26/10/2011

Nestes últimos dias estive em dois fóruns importantes tentando convencer lideranças a evitar que o Brasil tenha mais uma década perdida na educação, implantando as falidas teses dos reformadores empresariais para a educação.

Primeiro foi na Audiência Pública do PNE promovida pelo Mandato do Deputado Ivan Valente, com o Dep. Vaghone. Depois, foi no Conselho Nacional de Educação (Câmara de Educação Básica) onde a Conselheira Maria Isabel Noronha organizou um Seminário Internacional para definir diretrizes conceituais e operacionais para a avaliação no Brasil.

Nos dois eventos, procuramos trazer dados sobre o fracasso das receitas dos reformadores empresariais, basicamente sua proposta de responsabilização, meritocracia e privatização.

No último evento, ocorrido ontem no CNE, colegas do Equador, do Chile e da Argentina também manifestaram-se contra esta onda empresarial trazendo dados de seus respectivos países.

Cresce o cerco a estas políticas na América Latina, mas ainda há muito por ser feito.

O caso mais típico é o do Chile, sucursal dos reformadores empresariais americanos, que tem agora o modelo contestado no seu âmago: a privatização, seja com capital privado, seja por contrato de gestão de escolas públicas – as escolas subvencionadas – além do questionamento do modelo de municipalização da educação básica.

A briga é boa.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Postagens antigas da UOL, Responsabilização/accountability e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s