Curitiba: vereadores aprovam OS na educação

A Câmara Municipal de Curitiba aprovou, em primeira votação, a adoção de Organizações Sociais na área da Educação. Os vereadores enfrentaram protestos dos servidores municipais contrários a adoção de Organizações Sociais (OSs) nas áreas da Saúde e Educação. A privatização começará pela Saúde e avançará para a educação infantil.

As OSs eram proibidas de atuar nessas áreas até esta segunda-feira (28-8-17), quando o legislativo aprovou a mudança. O debate, que estava na fase de encaminhamento de posições, foi encerrado quando os trabalhadores tentaram ocupar as galerias.

O texto, que chegou à Câmara há dez dias, tramitou em regime de urgência. 21 vereadores foram favoráveis ao projeto e sete votaram contra.

Leia mais aqui.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Escolas Charters, Privatização, Vouchers e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s