No campo, uma foto emblemática

Despejo1“A madrugada avançava, mas muitos não queriam acreditar que seriam despejados, pois se a justiça já havia afirmado que aquela área de 1.000ha é do INCRA, como a juíza Heloísa Menegotto Prezonato poderia assinar a reintegração de posse a favor dos Prezzotto?! Porém, logo chegou a confirmação de que a cavalaria estava na região. Antes de clarear o dia, o drone da polícia sobrevoava a área. Às seis horas da manhã a tropa de choque e a cavalaria da polícia militar avançaram em direção ao acampamento.” (Texto e foto de Juliana Adriano).

Esta foto é emblemática e mostra uma face do que está ocorrendo no campo, em um momento de predomínio das teses conservadoras. As pessoas pouco importam – como nas reformas que estão sendo aprovadas.

Esta criança não foi à escola neste dia e, como seu barraco foi desmontado e o terreno desocupado, não poderá ir por muito tempo. Mesmo que pudesse, quais seriam suas condições psicológicas. Tudo que tem agora são seus pertences pessoais. Perderá seu ano letivo? Provavelmente sim, mas afinal, quem se importa com o que ocorre às crianças do campo?

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Assuntos gerais e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para No campo, uma foto emblemática

  1. Jorge A. C. Santana disse:

    A leviandade de nossa Justiça de classe é estarrecedora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s