BREAKING NEWS: Nova Zelândia vai eliminar BNCC e Charters

O Ministro da Educação da Nova Zelândia, Chris Hipkins, enviou um projeto de lei na quinta feira passada que “acaba com os fracassados padrões nacionais [BNCC] do governo anterior e com as experiências das escolas charters.” Segundo o ministro a nova legislação é “apoiada pela grande maioria do setor educacional”.

“Tanto os padrões nacionais como as escolas charters foram conduzidas com base em ideologia e não em evidências. Ambos foram rejeitados pela grande maioria do setor educacional. O forte ponto de vista do governo é que não há lugar para eles no sistema educacional da Nova Zelândia”.

O projeto de lei inclui provisão para que as escolas charters existentes ainda operem sob seus contratos, enquanto o Ministério discute possíveis opções, inclusive no sistema estadual, para cada uma delas.

Se a finalização antecipada dos contratos não for acordada, o ministro de Educação disse que “nos reservaremos o direito de emitir um aviso de “rescisão por conveniência”, nos contratos existentes das escolas charter, até meados de maio de 2018.”

A lei ainda determina que em todas as Universidades e politécnicos existirão representantes dos funcionários e dos estudantes como membros de pleno direito em seus conselhos.

Leia aqui.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Escolas Charters, Meritocracia, Privatização, Responsabilização/accountability e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s