Reestatização cresce no mundo

Enquanto o Brasil quer privatizar tudo, o mundo reestatiza. Entre 2000 e 2017, 884 serviços foram reestatizados no mundo, sendo 83% deles de 2009 em diante. Isso ocorre em todo o mundo, especialmente na Europa nos serviços de água, esgoto e energia.

Os governos seguem o caminho mais fácil: livrar-se da prestação de serviço – e entregam a atividade para ser explorada pela iniciativa privada. Aumento de preços e baixa qualidade impulsionam o lucro.

Leia aqui.

Não é diferente com a terceirização das escolas. A experiência americana mostra os limites deste iniciativa.

Leia aqui e aqui.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Escolas Charters, Privatização, Vouchers e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s