Estudo da música favorece desempenho, diz estudo

O “foquismo” pedagógico, posição que defende a prioridade do ensino de português, matemática e ciências, secundarizando o ensino de outras disciplinas da área de humanas, está sendo contrariado em um estudo publicado em junho de 2019 no Journal of Educational Psychology.

O estudo indica que alunos que estudam mais música se saem melhor nas disciplinas básicas: ciências, matemática e inglês. A relação foi observada em estudantes independentemente do perfil socioeconômico ou background cultural.

“A pesquisa foi realizada a partir do histórico escolar de mais de 110 mil alunos canadenses, e indicou que os que estudavam música tendiam a ter notas melhores. Trata-se de um estudo observacional, ou seja, que apenas observa dados, sem estabelecer, a princípio, causa e consequência. Mas, como a tendência a notas melhores ocorreu em estudantes de diversos tipos, independente de perfil socioeconômico ou background cultural, por exemplo, os pesquisadores acreditam que encontraram uma causalidade.”

Leia aqui em Nexo.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Assuntos gerais, Meritocracia, Responsabilização/accountability e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Estudo da música favorece desempenho, diz estudo

  1. Pingback: Educação em debate, edição 245 – Jornal Pensar a Educação em Pauta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s