Pensar a Educação entrevista Miguel Arroyo

Pensar a Educação divulga entrevista com o Prof. Miguel Arroyo: Educação no Brasil: tradições autoritárias.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Assuntos gerais, Links para pesquisas e marcado , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Pensar a Educação entrevista Miguel Arroyo

  1. Alessandra Cristina Raimundo disse:

    Fantástica suas reflexões professor Luiz Carlos de Freitas!! Sou professora da Rede municipal de Educação do Rio de Janeiro e acompanho como essas medidas autoritárias alinhadas com o ideário liberal do “esforço pessoal” responde ao fracasso dos alunos e alunas, principalmente, das escolas localizadas em territórios de comunidades. A leitura dos seus artigos, livros, os materiais que encontro no seu blog tem contribuído com minhas reflexões e a pesquisa de doutorado!! Gostaria que na escola pudéssemos ter espaço/tempo para coletivamente aprofundarmos as discussões sobre a responsabilização verticalizada que desejam atribuir aos professores e professoras da Escola Básica dos resultados obtidos dos nossos alunos/alunas, aliás essa é a estratégia da grande reforma educacional prescrever, ditar princípios sem quaisquer questionamentos!! Assim, como Paulo Freire nos dizia ” ensinar exige reconhecer que a Educação è ideológica”, responde a lógica do mercado e “não a ética universal do ser humano, pelo qual devemos lutar bravamente se optamos na verdade, por um mundo de gente”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s