USA: escolas charters e vouchers em baixa

Ao contrário de outras eleições americanas, nenhum dos candidatos do Partido Democrata apoia abertamente a privatização da educação por escolas charters e vouchers. Até mesmo candidatos que no passado apoiaram evitam manifestar agora seu apoio.

A mudança se deve a um intenso movimento de enfrentamento à privatização das escolas americanas e a uma maior conscientização dos pais em relação aos malefícios da privatização. Pais votam. Os candidatos a presidente democratas já detectaram a mudança.

Fica aí o alerta para a esquerda brasileira: escola pública de gestão pública é a meta.

Leia aqui.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Assuntos gerais, Escolas Charters, Vouchers e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s