O segredo das escolas por contrato de gestão

Postado originalmente na Uol em 15/05/2011

Alguns estudos (CREDO) mostram que em pesquisas comparativas entre escolas charters administradas por contrato de gestão e escolas públicas regulares, em 15 estados americanos, em apenas cinco as escolas charters são superiores. O segredo deste sucesso pode ser conhecido abaixo, a partir do que acontece em Nova York.

VOCE SABIA?

Você sabia que as escolas charter em Nova York, em comparação com a média das escolas da cidade, matriculam:

• menor número de alunos que se qualificam para receber ajuda financeira?

• menos aprendizes de Inglês (alunos de origem estrangeira)?

• menor número de alunos com necessidades educativas especiais?

• menor número de estudantes sem-teto?

Você sabia que as escolas charter de NYC são mais racialmente segregadas do que as escolas públicas da vizinhança, registrando um número substancialmente menor de estudantes Latinos e/ou imigrantes?

Você sabia que muitas escolas charter de NYC requerem um processo de inscrição separado para estudantes mesmo depois destas crianças serem selecionadas por sorteio?

Você sabia que as escolas charter podem optar por enviar os alunos de volta às escolas de seu bairro, se eles ou suas famílias não cumprem os standards de desempenho ou de comportamento das escolas charter, promovendo a exclusão das crianças?

Você sabia que as escolas charter de NYC matriculam os alunos mais favorecidos de um bairro, aumentando o trabalho das escolas públicas do entorno que têm que educar os alunos mais carentes da região?

Você sabia que a lei atual isenta as escolas charter de Nova York de supervisão das metas estabelecidas no contrato individual das escolas? As escolas são dirigidas por conselhos privados que tomam todas as decisões e supervisionam os diretores dessas escolas financiadas com dinheiro público. Mesmo o controle municipal não dá à cidade qualquer direito a supervisão sobre as escolas charter.

Você sabia que as empresas com fins lucrativos podem possuir ou operar escolas charter, literalmente transformando-as em “centros de lucro” sobre o qual a cidade e o estado não têm supervisão legal?

Você sabia que alguns diretores de escolas charter de NYC e CEOs recebem inflados salários anuais que chegam a 300.000 – 400.000 dólares? (Em contraste, com a média do diretor de escola de NYC o qual ganha menos de 150.000 dólares por ano.)

Você sabia que os custos administrativos para algumas escolas charter, como o percentual dos gastos de uma escola, são substancialmente superiores à porcentagem mais alta do Departamento de Orçamento da Educação de NYC para despesas administrativas?

Você sabia que o Departamento de Educação de NYC com freqüência localiza as escolas charters dentro dos edifícios de escolas públicas, obrigando as escolas existentes a se instalarem em alojamentos reduzidos e diminuindo sua capacidade de educar os seus alunos por sala de aula, lotando corredores e expulsando ou eliminando o apoio, o suporte e serviços de intervenção para os nossos alunos mais necessitados? Enquanto isso, essas escolas charters podem aumentar suas turmas e muitas vezes recebem novas salas de aula e novos equipamentos.

Você sabia que as escolas charter de NYC, em contraste com a escola pública regular, não tem que exigir os Grupos de Liderança da Escola e Associações de Pais independentes, diminuindo desta forma as vozes dos pais quando se trata da educação de seus filhos? Conselhos privados dirigem as escolas charters, seguindo seu próprio contrato e seus objetivos. As queixas de pais e alunos são limitadas aos termos estabelecidos pelo contrato – é um acordo de “livre arbítrio”. Se você não está feliz, você é simplesmente convidado a sair!

Você sabia que muitas escolas charter de NYC têm altas taxas de rotatividade dos professores, colocando em causa a qualidade do ensino nas escolas e o estado das condições de trabalho nas escolas?

Fonte: http://timeoutfromtesting.org/

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Escolas Charters, Postagens antigas da UOL, Privatização e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s