Carta da Fundação Lemann ao Blog

Recebemos no dia de hoje, manifestação da Fundação Lemann sobre post divulgado neste Blog. Reproduzimos abaixo o seu conteúdo, compromissados com valorizar o debate sobre tais temáticas. Posteriormente nos manifestaremos sobre esta resposta.

“Prezado Prof. Luiz Carlos de Freitas,

Em relação ao post “De novo, Samuel?!” publicado em seu blog Avaliação Educacional, abordando o estudo Excelência com Equidade, da Fundação Lemann, gostaríamos de esclarecer e pedir a correção de algumas informações:

1)      Ao contrário do que foi afirmado na publicação, a Fundação Lemann é uma organização familiar, sem nenhuma relação com empresas. A Fundação Lemann não se beneficia de mecanismos de isenção fiscal nem recebe financiamento público. Todos os recursos da Fundação Lemann são de origem privada, da família Lemann.

2)      O link usado na publicação traz apenas a primeira parte do estudo (e não o estudo completo abordado por Samuel Pessôa em seu artigo). A pesquisa completa, com as análises qualitativas e quantitativas, pode ser encontrada aqui.

Aproveitamos para acrescentar que a pesquisa Excelência com Equidade foi aprovada para ser apresentada no III Congresso Nacional de Avaliação em Educação e é uma das pré-selecionadas para a Revista Estudos em Avaliação Educacional da Fundação Carlos Chagas (Qualis A2 em educação). A primeira parte do estudo, apenas com a análise qualitativa, foi aprovada pela Revista Economia e Políticas Públicas .

É importante esclarecer, ainda, que a pesquisa da Fundação Lemann não sugere que recursos não sejam importantes para bons resultados educacionais. Na verdade, o trabalho mostra que as condições para o ensino são melhores nas escolas com bons resultados, provavelmente porque muitas conseguiram recursos por adesão a programas do governo federal ou por articulação com os estados. Há um capítulo, inclusive, que aborda as melhores condições dessas escolas.

Achamos muito saudável o debate sobre um tema tão relevante para o desenvolvimento do Brasil e estamos abertos para ouvir as críticas e posicionamentos contrários aos achados do estudo. Agradecemos desde já a sua atenção em relação à correção das informações solicitadas e esperamos poder seguir o debate, sempre procurando apontar possibilidades e caminhos para melhorar a educação pública brasileira.

Atenciosamente,

Camila Pereira

Gerente de Comunicação – Fundação Lemann”

 

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Links para pesquisas, Privatização, Responsabilização/accountability e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s