Malavasi: precarização é caminho para privatização

O Correio Popular, jornal de Campinas, divulga hoje (11-1-16) entrevista com a Profa. Maria Márcia Sigrist Malavasi.

“Para a professora e pesquisadora do Laboratório de Avaliação da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas, Maria Márcia Sigrist Malavasi, o cenário da educação é caótico no País. Ela afirma que há uma tendência de privatização do ensino público e de entrega do sistema para grandes empresários da educação. O plano de fundo para isso é a precarização do ensino e as más condições de trabalho.

“Como o governo não tem mais a intenção em investir no público, estamos vendo o reflexo desta intenção nas várias situações que estão ocorrendo: fechamento de escolas, demissão de professores, contratos temporários, falta de manutenção nas escolas, o que faz com que sejam alvos de depredação”, afirmou.

Em países onde o ensino vem sendo terceirizado, os resultados são preocupantes, afirma a pesquisadora. “Nos intriga porque os governos tentam privatizar, terceirizar quanto há exemplos claros como Estados Unidos, Chile e Suécia, que vem mostrando que esse procedimento e atitude não vem dando certo”, diz. Maria Márcia ressalta que a verba destinada à educação não implica em gasto, mas em investimento.

Segundo a pesquisadora, as chances de sair da crise antes de três décadas são pequenas. “Se já vivemos em 2015 situações dramáticas, vamos viver daqui para frente acentuadamente”, afirma. Márcia citou como exemplo de caos educacional a tentativa de reorganização [das escolas em São Paulo]. “Não se faz isso com educação e não se brinca como o governo tem feito. Isso é um desastre”, comentou.

Ela reforça que é preciso que se dê atenção e credibilidade aos movimentos estudantis. “Muitos buscam desqualifica-los e fazer o jogo de colocar a sociedade contra eles, quando na verdade, os jovens nos dão um grande exemplo de mobilização, que precisa ser engrossado por pais, professores, funcionários, pela sociedade em geral”. (IM/AAN)”

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Privatização, Reorganização escolas em São Paulo, Responsabilização/accountability. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s