SP: incorporar o bônus

A solução para resolver o problema do aumento salarial para os professores da rede do estado de São Paulo está indicada corretamente pelo Sindicato dos Professores – APEOESP : incorporar o bônus ao salário dos professores como aumento salarial.

“Saímos com zero de reajuste no ano passado. Um professor de educação básica com nível universitário ganha R$ 2.420 por 40 horas semanais. Se tiver zero de reajuste de novo, vão condenar o professor à miséria”, afirmou a sindicalista. A dirigente aponta ainda que não há comprovação de que o bônus melhore o desempenho dos colégios.”

Pagamento de bônus é um dinheiro que é mal gasto. Bônus nunca melhorou a educação em nenhuma parte do mundo. A Cidade de Nova York, de onde São Paulo copiou a moda, já parou há muito tempo de pagar bônus e a argumentação de Bloomberg, então Prefeito que implantou e o suspendeu, foi exatamente a de que não queria continuar jogando dinheiro no lixo. São Paulo continua a jogar. O Estado utiliza a solução há mais de uma década sem que tenha nenhum sucesso (veja aquiaqui e aqui também).

“O prefeito [de Nova York] argumentou que há apenas uma maneira de se saber se novas abordagens funcionam – e esta é experimentá-las.

“Eu acho que deveríamos ter orgulho disso – do fato de que temos a coragem de sentar-se lá e dizer que achávamos que era uma boa ideia [pagar bônus aos professores], não funcionou e estamos parando-a”, disse ele. “Nós não vamos desperdiçar o dinheiro público.”

Portanto, ao invés de deixar os professores do estado novamente sem reajuste, uma boa destinação para estes recursos é a sua incorporação ao salário dos professores, encerrando esta experiência que não tem repercussão na qualidade da educação paulista. Alguns “sacerdotes” da ideia irão protestar, mas sem fundamento.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Responsabilização/accountability, Saresp. Bookmark o link permanente.

2 respostas para SP: incorporar o bônus

  1. SORAIA disse:

    …SE ISTO ACONTECER, MUDO DE SINDICATO.

  2. Prof. Flávio disse:

    Atingimos a meta: temos direito ao bônus! Não é possível mudar as regras durante o “jogo”. Se isso acontecer, a SEE tem a obrigação de informar com antecedência. Entro com ação de reparação por danos morais e materiais contra a APEOESP se essa entidade fizer campanha para transformar o bônus 2016 em reajuste linear. Reajuste é direito da categoria (pelo qual a entidade citada deveria estar lutando com mais afinco, ao invés de ficar com lenga-lenga partidária), mas o bônus de quem trabalhou duro e atingiu as metas propostas também o é.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s