Xuxa: quando a crise aperta…

Segundo Xuxa, sim, ela mesma, “quando a crise aperta, a primeira coisa que as pessoas deixam de fazer é a filantropia, né?’, ironizou a apresentadora. Pois é, eis porque não se deve confundir política pública com política de mendicância ante os endinheirados, pois, “quando a crise aperta…” eles revelam não ter, de fato, compromisso com a “coisa pública” ou mesmo com as “pessoas” que servem de motivação para suas Fundações.

Leia aqui.

Com isso, Xuxa justifica o encerramento de sua Fundação destinada a ajudar as criancinhas. Xuxa agora está focada em alavancar a carreira da filha e deve gastar com a montagem de uma empresa destinada a tal.

“Xuxa Meneghel confirmou o fim de sua fundação filantrópica que ajuda crianças carentes, no Rio de Janeiro, desde 1989. Em entrevista ao apresentador Amaury Jr., a loira, montando empresa para alavancar a carreira de Sasha na moda, explicou porque terá que fechar as portas. “Tenho ajuda de poucos amigos. Cada criança custa R$ 11 por dia, R$ 330 por mês, R$ 3300 por ano, para mim. São R$ 1,8 milhões anualmente. As coisas estão bastante difíceis”, argumentou ela, se confundindo na matemática.”

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Assuntos gerais, Doria na Prefeitura de SP, Privatização. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s