Ensino médio à distância: MEC nega autoria

Em nota oficial o MEC negou partir do governo Temer a iniciativa pela liberação de 40% do ensino médio na modalidade ensino a distância. Segundo o MEC o Conselho Nacional de Educação desenvolveu esta iniciativa autonomamente.

Em entrevista, o Ministro da Educação adiantou que pretende vetar a medida caso chegue ao governo a proposta.

Há um bate cabeças entre CNE e MEC pois segundo a reportagem citada, a medida teria sido discutida com membros do governo no CNE.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Mendonça no Ministério, Privatização, Segregação/exclusão e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s