Artigo: “Escolas Aprisionadas”

Neste ensaio publicado na “Revista Histedbr on line” – Escolas aprisionadas em uma democracia aprisionada – procuro problematizar o período de resistência que se abre com a eleição de Bolsonaro para a presidência da república, procurando caracterizar as filosofias sociais que lhe dão suporte e a partir do posicionamento destas no cenário mundial, valendo-se da contribuição de autores como I. Wallerstein, estudioso dos sistemas mundo, tirar consequências práticas para uma resistência propositiva. O texto aponta também para consequências na política educacional.

Acesse aqui.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Links para pesquisas, Meritocracia, Privatização, Segregação/exclusão, Vouchers e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s