Lisauskas: homeschooling e a criminalização da educação

“Ao tirar o debate e o MEC do jogo, o resultado pode ser este: crianças sendo educadas de acordo com as “convicções e princípios” de cada família. Existem pais preparados para a tarefa? Com certeza. Muitos. Mas também existem famílias que acreditam fortemente em criacionismo, no terraplanismo, na ideologia de gênero e que a Pepsi é adoçada com fetos abortados, por exemplo. O céu é o limite quando o Estado sai de cena.”

Leia íntegra aqui.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Assuntos gerais, Homeschooling, Velez no Ministério e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para Lisauskas: homeschooling e a criminalização da educação

  1. Professor, fiz num novo vídeo no canal Dialetizando que desmistifica, numa linguagem sarcástica, didática e crítica, tanto o Escola sem Partido como os postulados da tese da Doutrinação de gênero nas escolas.
    Link: https://www.youtube.com/watch?v=GEnpA_8AVGI
    O vídeo analise aspectos internos do site do movimento escola sem partido, mostrando suas bizarrices formuladas como “científicas”, os indicativos de autoritarismo e coerção contra os docente propostos pelo projeto e ainda faz uma simulação de como seriam estas supostas aulas “neutras”. O vídeo tá muito bacana. Se puder, confira e socializa aqui no seu Blog. Desde já, grato pela oportunidade do diálogo e socialização do material no Blog.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s