Governo Bolsonaro e os megaprojetos na Amazônia

Um dos graves problemas com a entrada do neoliberalismo radical no Brasil está na degradação do meio ambiente. O neoliberalismo está funcionando no modo “dane-se”, dado o permanente fracasso de suas soluções para retomar o crescimento econômico que “fraqueja” desde 1970.

Já vimos o que ocorre quando se entrega ao mercado a responsabilidade pelo cuidado com o meio ambiente. O caso mais recente é Brumadinho. O mercado só tem compromisso com o lucro. Agora, o informativo americano Truthout, denuncia planos de Bolsonaro para a Amazônia.

“Na semana passada, o chefe de Assuntos Estratégicos de Bolsonaro, Maynard Santa Rosa, anunciou novos projetos brasileiros de mega-infraestrutura que incluem uma barragem no rio Trombetas, uma ponte sobre o rio Amazonas e uma extensão da rodovia BR-163 desde o rio Amazonas avançando por 300 milhas da floresta tropical. Esses projetos colocarão em risco comunidades indígenas e importantes áreas de preservação.”

Leia aqui em Truthout.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Assuntos gerais e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s