Zara Figueiredo: “não é o ENEM, estúpido!”

Em novo texto no site “Brasil 247”, Zara Figueiredo Tripodi, examina a posição do ministro da educação em relação ao ENEM:

“A realização do Enem conforme defendido pelo Ministro significa aceitar a falsa premissa de que apenas parte de nossos jovens pode aspirar à mobilidade social via diploma universitário.”

Leia aqui.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Enem, Meritocracia, Segregação/exclusão, Weintraub no Ministério e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Zara Figueiredo: “não é o ENEM, estúpido!”

  1. Valentino Massariol Ruy disse:

    Alguém realmente acredita que a desigualdade de “oportunidades” vai se escancarar por causa dos que não têm internet nesse último ano de escolaridade?

    A desigualdade já está dada desde que esses jovens entraram na escola. Desde que começaram a se alfabetizar. Desde quando o vocabulário de um, aos 6 anos de idade, era 10 vezes maior do que o do outro.

    É preciso tomar cuidado nesse ataque à realização do ENEM (justo ataque, mas por outras causas) para não acabar entrando na retórica meritocrática de “igualdade de oportunidades” que não existe.

    Não vai ser o terceiro ano do Ensino Médio que vai fazer um menino ou uma menina que não tem internet em casa conseguir entrar numa universidade pública. Comprar esse discurso soa hipócrita

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s