Aprendizagem 2X

A conversão das aulas em “lives” acentuou o caráter livresco da escola atual, desprovido de nenhuma vivência daquilo que está sendo ensinado. O estudo é desgarrado de quaisquer outras motivações, exceto a de livrar-se logo da tarefa.

Uma estudante universitária relata, nesta reportagem de “O Globo”, como ela combina a audição das lives com outras atividades domésticas que incluem a limpeza da casa e até cozinhar – com uma “inovação”: quando acha que a fala não tem muita importância, ela acelera a velocidade das lives.

Leia mais aqui.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Assuntos gerais, Estreitamento Curricular. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s