Nalini: um estranho no ninho?

Segundo Monica Bérgamo, Nalini, o Secretário de Educação do Estado de SP, um jurista, emite sinais de que não está contente no cargo. Para ela, a razão seria a questão do aumento salarial dos professores. Nalini gostaria de ter pelo menos “uma perspectiva”.

Isso pode ser verdade, mas há mais. De fato, Nalini está sendo boicotado na própria Secretaria, onde sequer consegue estabelecer uma equipe de trabalho – dizem na rede estadual.

Penso que tais restrições também devem partir do próprio entorno da Secretaria, sempre cercada de empresários que gostariam de ver a educação estadual paulista em outro ritmo, o deles. Para tal, não acreditam que um jurista que não entende da educação (e das teses dos reformadores) seja a melhor opção.

Com o golpe, o país acelera processos de privatização e a política dos reformadores empresariais é agora oficial, está no próprio MEC. Novas perspectivas se abrem. Pensam que não podem ficar para trás. Afinal, em 2018 Alckmin é candidato.

Se Nalini está pensando em aumento para os profissionais da educação e está insatisfeito por isso, seus dias na Secretaria podem estar contados, pois o acordão de renegociação da dívida dos Estados, inclui não aumentar salários do funcionalismo por dois anos.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Assuntos gerais. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s