Privatização por charters e segregação racial

As justificativas para terceirizar as escolas para organizações sociais no Brasil, criando formas alternativas de educação às escolas públicas, estão acobertando um dos reais motivos de seu aparecimento em outros países: aumentar a segregação social e racial. Os movimentos que defendem a não segregação racial no Brasil precisam entrar nesta luta agora. Estas experiências estão se multiplicando por aqui.

Tais razões ficam muito claras na Carolina do Norte (USA) ao anunciar, hoje, aprovação na Assembleia Legislativa Estadual de uma lei que permite a quatro cidades do Estado (Cornelius, Huntersville, Matthews e Mint Hill) organizarem suas próprias escolas charters (portanto fora do sistema público de educação). Estas cidades têm população majoritariamente branca e a matrícula nas escolas será restrita aos habitantes de cada uma delas, podendo inclusive fazer uso de impostos.

Desenvolvidas as escolas charters, o sistema público fica com a matrícula de pobres e negros, enquanto as charters captam a população mais rica e branca, permitindo a segregação social/racial, tudo pago com dinheiro público.

“Claramente, este é um esforço para voltar aos anos 1900 com Jim Crow, onde esses enclaves para os brancos podiam ser estabelecidos”, disse Irv Joyner, advogado e presidente da NAACP [National Association for the Advancement of Colored People] na Carolina do Norte”.

Leia mais aqui.

Veja aqui também.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Escolas Charters, Privatização, Vouchers e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s