USA: garbage in garbage out?

Dados que estão disponíveis sobre o programa de vouchers em Milwaukee estão sendo debatidos, pois o relatório de pesquisa em questão teve seus dados alterados sem justificativas pelo autor após sua divulgação, um conhecido entusiasta dos programas de vouchers. No caso a taxa de abandono de alunos no programa de vouchers foi alterada de 75% para 56% (p. 16 do relatório).  Para se ter uma ideia do rigor com que se tratam estas questões nos Estados Unidos, veja o link aqui.

Uma taxa menor, de 56%, deixa os resultados da pesquisa mais confortáveis para os defensores dos vouchers – mesmo que ainda seja alta. A questão é que a alteração foi feita sem demonstração de que os novos dados estão corretos. Diane Ravitch entrou na discussão e agora Mercedes Schneider.

Infelizmente, está tudo em inglês.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Links para pesquisas, Privatização, Vouchers. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s