Charters entram nos planos do Rio Grande do Sul

Prefeitura e Estado do Rio Grande do Sul examinam a adoção do modelo charter – terceirização de escolas públicas:

“É o caso das escolas comunitárias de Porto Alegre — a última delas foi inaugurada em abril, por meio de parceria entre a prefeitura, a ONG Aldeia da Fraternidade e o Instituto Lumiar, que mantém uma rede de escolas privadas no Brasil e no Exterior. Em maio, o governador Eduardo Leite também manifestou interesse no modelo, após receber a visita do empresário Jon Hage, que gerencia 83 escolas charter nos EUA.”

Leia aqui, aqui, aqui e aqui.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Escolas Charters, Homeschooling, Privatização, Vouchers e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s