Flórida mobiliza-se para armar seus professores

Após o massacre em uma escola de Parkland recentemente (o 18º. em território americano) Trump sugeriu que os professores das escolas deveriam poder portar armas, sendo para isso treinados. Flórida é conduzida por um governo conservador/neoliberal e já agarrou a sugestão: vai treinar professores no uso e porte de armas, claro, pagando para estes um “bônus”.

Serão gastos 67 milhões de dólares para treinar professores para que atuem como “xerifes escolares”. Donald Trump lançou a ideia de armar 20% dos professores. Várias organizações estão opondo-se tenazmente à ideia.

Leia aqui.

A lógica mercantilista ultraliberal se impõe: ao invés de uma guarda escolar especificamente treinada, que aumentaria o papel do Estado, ela prefere transformar professores em “xerifes” que portam armas, mantendo o Estado mínimo. Com isso, logo teremos as escolas dos distritos americanos fazendo compras de armas para distribuir para os professores. A indústria armamentista agradece.

Só uma mobilização de pais, estudantes e professores pode deter tal ideia.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Assuntos gerais. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s