Vouchers: versão final de estudo mostra impacto negativo

Diane Ravitch informa em seu blog o resultado final de um estudo longitudinal que foi previamente disponibilizado mostrando que os estudantes que recebiam vouchers para abandonar a escola pública e ir para uma escola privada, nos Estados Unidos, apesar de terem uma queda inicial nas notas de matemática no primeiro ano, com a passagem do tempo na escola privada, recuperavam as notas. O estudo é dos pesquisadores R. Joseph Waddington e Mark Berends e sua versão final, mostra que isso não ocorre.

Em artigo recente no Instituto Millenium, Fernando Schuler, também do INSPER e defensor dos vouchers para o Brasil, tenta explorar um efeito semelhante (a passagem do tempo na escola privada melhoraria o desempenho do aluno transferido) citando um outro estudo do CREDO (2013). Dizíamos em resposta a Schuler:

“No caso em questão, Schuler apela em sua manifestação para dados periféricos de um relatório do CREDO de 2013 no qual, através de uma curiosa medida chamada “dias de aprendizagem ganhos pelo aluno”, tenta mostrar a superioridade da proposta.

Os autores do relatório (CREDO) procuram registrar que à medida que os alunos são transferidos para o programa de vouchers e permanecem nele, melhoram (0.08) seu desempenho ao longo de quatro anos (em termos de dias de aprendizagem a mais obtido em comparação com estudantes da escola pública), a despeito de que o primeiro ano ele seja inferior (-0.08).”

Leia aqui.

Agora, a versão final do estudo de R. Joseph Waddington e Mark Berends, feito para explorar o desempenho de alunos que têm voucher para ir estudar em escolas privadas, foi publicada no Journal of Policy Analysis and Management. Abaixo segue a história e o resumo com o resultado final do estudo. Os estudantes com vouchers não recuperaram a queda no desempenho em matemática que tiveram no primeiro ano de transferência para a escola privada, não importando quanto tempo tenham passado na escola privada.

Os autores do estudo são R. Joseph Waddington e Mark Berends: “Impact of the Indiana Choice Scholarship Program: Achievement Effects for Students in Upper Elementary and Middle School”.

Aqui está o resumo do estudo final:

“Este artigo examina o impacto do Programa de Bolsas para Escolha de Indiana no aproveitamento de alunos de baixa renda do ensino fundamental e médio que usaram vouchers para se transferir de escolas públicas para privadas durante os primeiros quatro anos do programa. Analisamos dados longitudinais em nível de estudantes de escolas públicas e privadas, utilizando a mesma avaliação padronizada em todo o estado. No geral, os alunos com vouchers sofreram uma perda média de desempenho de 0,15 DPs em matemática durante o primeiro ano ao frequentar uma escola particular em comparação com os alunos pareados que permaneceram em uma escola pública. Essa perda persistiu, independentemente da extensão de tempo passado na escola particular. Em Leitura não observamos efeitos estatisticamente significativos. Embora os vouchers tenham como objetivo proporcionar maiores oportunidades educacionais para os alunos, o objetivo de melhorar o desempenho acadêmico dos estudantes de baixa renda que usam vouchers para se mudar para uma escola particular ainda não foi realizado em Indiana.”

O site Politico Morning Education conta a história:

“A versão final de um estudo de alto perfil que avalia o programa de vouchers de escolas particulares de Indiana constatou que os estudantes com vouchers tiveram uma queda nas notas de matemática e essas perdas persistiram “independentemente do tempo passado em uma escola particular”.

Leia mais aqui.

Neste sentido, a pesquisa longitudinal reafirma o que outros estudos sobre os efeitos de uso de vouchers nos Estados Unidos têm mostrado, ou seja, sua ineficácia. Há mais variáveis em jogo do que o confronto escola pública versus escola privada.

Sobre Luiz Carlos de Freitas

Professor aposentado da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - (SP) Brasil.
Esse post foi publicado em Links para pesquisas, Privatização, Responsabilização/accountability e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s